A Verdadeira História do Maculelê

Studio A. Ministério da Cultura.

Anúncios

Mangueira e Chico

Não é sempre que conseguimos realizar dois sonhos numa noite só!

Quinze de fevereiro de 2017. Essa data ficará eternamente na memória.

Ir até São Paulo para assistir o Show de Verão da Mangueira. Uma aventura vivida com o Neto, meu companheiro e amor da minha vida.

O show começou com a maravilhosa Maria Bethânia. Depois uma sequência de grandes artistas homenageando esta escola de samba, a “escola mais querida do planeta”! Ciganerey, Tantinho, Leci Brandão, Fafá de Belém, Mariene de Castro, Elba Ramalho, Alcione e… Chico Buarque!!!

A felicidade e emoção foi tão grande que as lágrimas jorraram, num choro quase que descontrolado em poder ver o Chico Buarque e os integrantes da Mangueira.

Bateria, intérprete, Mestre Sala e Porta Bandeira, passistas, baiana…

“Sei lá não sei, sei lá não sei não
A Mangueira é tão grande…”
Que nem cabe explicação” Paulinho da Viola

Fotos: Joaquim Corrêa

Carnaval “das Antiga”

É a Unidos da Coloninha mais um ano na Praça XV.

A Batucada com força total.

As cuícas passando e tirando sorrisos da platéia.

A energia é tão forte que o corpo não sente o cansaço. Sente só o arrepio!

E parece que o tempo voltou e que estamos no carnaval “das antiga”, do tempo da infância, tempo da felicidade!

Carnaval na rua, carnaval do povo.

Alegria, alegria!

Fotos: Joaquim Corrêa

Dia da Cuíca

Desde o carnaval de 2010, através da ala das cuícas da minha escola querida, Unidos da Coloninha, iniciei-me no aprendizado deste instrumento. Quem me apresentou e fez o convite para tocar a cuíca foi o Eduardo Seara, amigo dos tempos da faculdade e Mestre de Bateria: o Dú da Cuíca.

Sou eternamente grata ao Dú, por me ensinar a cada dia a magia de tocar a cuíca. Estar entre os cuiqueiros é como estar numa grande roda de Axé! Uns camaradas cheios de simpatia e que sabem levar a vida de uma forma mais leve e alegre.

A Cuíca é a Ginga do Samba!

Valeu Mestre Dú!

Fotos: Joaquim Corrêa e Rosane Lima